Coragem, Força e Poder de Conquista: Uma Mensagem do Irmão Chidananda

Nesta mensagem de vídeo, o irmão Chidananda, presidente e chefe espiritual da Self-Realization Fellowship/Yogoda Satsanga Society of India, estende as mãos para tranquilizar e encorajar os milhares de devotos e amigos da SRF/YSS atualmente sendo impactados pela pandemia do Covid-19, especialmente na Índia.

Mensagem de Páscoa 2021 – por Irmão Chidananda

Meus queridos,

Desejo a vocês uma Páscoa muito abençoada, em nome de todos os discípulos monásticos dos ashrams de Paramahansa Yogananda! Oramos para que, ao celebrarem esta ocasião sagrada e plena de alegria da ressurreição de Jesus Cristo, a gloriosa vitória que ele alcançou, da luz sobre as trevas, preencha sua consciência com renovada confiança em um futuro mais radiante para vocês e toda a humanidade. Esta época auspiciosa em que a presença dele pode ser sentida tão intensamente é uma oportunidade maravilhosa para refletir sobre sua vida e exemplo divino, e pedir suas bênçãos para os esforços que empreendam a fim de que ressuscitem para os ampliados potenciais e liberdade da alma, que são nossa verdadeira natureza.

O derradeiro triunfo da ressurreição de Jesus foi a culminância de incontáveis pequenas vitórias interiores da alma sobre a consciência do ego. Em nossa própria vida, temos oportunidades diárias para imitar esse modo crístico de viver. O mundo nos incita a seguir os impulsos do ego — nosso gostar e não-gostar; os ditames dos sentidos, emoções ou hábitos — e a dar pouca atenção às orientações mais sábias da intuição da alma. Entretanto, cada vez que intencionalmente utilizamos nossa atenção e vontade para dar ouvidos à voz da consciência que nos conduz à felicidade — para nos harmonizar com os valores e princípios eternos ensinados por Jesus, Krishna e todos os grandes mestres —, damos mais um passo rumo à nossa ressureição.

Nos últimos meses, foram intensas as instigações do mundo para que nos concentrássemos naquilo que nos separa de nosso próximo, estimulando o ódio e a hostilidade. A Páscoa é um chamado à expansão de nossa consciência para além do sepulcro autocriado do ego, para reconhecer nossa unidade essencial com todas as almas e para nos interessar com a felicidade delas, assim como cuidamos de nosso próprio bem-estar, pois somos filhos do mesmo Pai. Jesus serviu a todos e incluiu a todos em seu amor e compaixão — até seus inimigos. Cada um de nós pode compartilhar ativamente dessa consciência divina ao expressar respeito e consideração mesmo àqueles de quem talvez discordemos, contribuindo assim para maior harmonia em nossa família mundial. Desse modo, podemos renovar em nosso coração, nesta era em que vivemos, a perene promessa da Páscoa: que a luz e o amor de Deus prevalecerão sempre.

A luz de Deus despertará e se irradiará com maior brilho em sua vida através da comunhão interior com Ele e mantendo seu coração livre de pensamentos negativos — medos, preocupações e entrega a uma consciência de “perdição e desolação” que resulta do uso indiscriminado dos meios de comunicação. Recebam alento da profética declaração de Paramahansaji sobre o Cristo universal: “Ele ressuscitou na era atômica, e todas as devastações que esta originou não poderão ocultar o nascimento de seu espírito de nova vida, de nova humanidade, que surge do berço da sabedoria e do amor universal”. A ciência de Kriya Yoga que Paramahansaji trouxe como uma atribuição especial para esta era constitui uma evidência dessa nova vida; e ao meditar devotadamente, orar e viver os ideais crísticos que ele nos recordou, façamos nossa parte para criar um novo mundo repleto da luz e do amor de Deus.

Votos afetuosos de uma Páscoa alegre e abençoada para vocês e os que lhes são caros,

Irmão Chidananda

Mensagem de ano novo do irmão Chidananda

Queridos,

Todos nós nos ashrams de Gurudeva Paramahansa Yogananda desejamos a você um Ano Novo alegre e gratificante – e a cada um de nossos queridos amigos em sua família espiritual mundial. Neste momento de novos começos, pensamos especialmente em você e enviamos nossas orações para que por meio de sua própria fé e determinação e da ajuda de Deus, você possa alcançar seus objetivos mais queridos. Também quero agradecer a todos por suas cartas, mensagens e presentes durante as festas de fim de ano e ao longo do ano. Sua amizade e apoio significam muito para mim, assim como para todos os monges e monjas; e apreciamos as muitas maneiras pelas quais você expressa os ideais de Guruji em suas vidas.

Certamente, o ano passado foi desafiador em todo o mundo. Mas subjacente às dificuldades, uma lição espiritual é evidente – uma que os seguidores deste caminho terão reconhecido há muito tempo: a crescente compreensão de que a cura duradoura para a discórdia nesta terra não pode ser encontrada apenas em soluções externas, mas apenas por nossa sintonia interna com Deus. Foi um exemplo de “tempo divino” que no ano passado de estímulos urgentes para uma conexão mais profunda com as leis eternas da Verdade coincidiu com o centenário da missão do nosso Guru de espalhar a ciência do despertar da alma da meditação Kriya Yoga em todo o mundo. Vamos continuar a fazer tudo o que pudermos nos dias que virão para encorajar a disseminação da espiritualidade universal para harmonizar e unir nossa civilização global.

Ao entrarmos no novo ano, minha oração é que você decida tirar o máximo proveito das técnicas e ensinamentos de meditação do despertar espiritual que Paramahansaji concedeu ao mundo. Que este seja um novo começo em sua vida; deixe seu próprio entusiasmo e esforço para meditar contribuir profundamente para a harmonia, sabedoria e amor divino tão necessários para nossa família humana.

Deus nos deu os dons divinos de que precisamos para aproveitar ao máximo esse novo começo: o dom da livre escolha e a força de vontade dinâmica para atingir nossos objetivos. Reserve algum tempo para reflexão silenciosa para se fortalecer com lembranças de boas ações, lições aprendidas, vitórias conquistadas e as bênçãos espirituais obtidas nos desafios enfrentados com coragem. Limpe de sua consciência toda a “bagagem” autolimitada de erros passados ​​e pensamentos negativos sobre si mesmo ou sobre os outros. Concentre-se nas novas possibilidades disponíveis para você agora – nas mudanças positivas que deseja fazer. Sinta a revigorante brisa fresca de esperança varrendo todas as preocupações e dúvidas e infunda seus esforços com vontade e confiança dinâmicas, afirmando que você alcançará seu objetivo.

Nosso Guru não permitiu que os devotos ao seu redor usassem a palavra “não posso”. Ele disse: “Explodir aquela casca de‘ não posso ’no ar livre de‘ eu posso ’”. Ele tem fé em você; Deus tem fé em você; e se você perseverar e tiver fé em si mesmo e em Sua ajuda e amor, você não pode falhar. “Entre nos portais do Ano Novo com uma nova esperança”, Guruji nos encorajou. “Lembre-se de que você é um filho de Deus … Ele o ama para sempre. Pense nisso. Acredita nisso. Saiba disso. E de repente, um dia, você descobrirá que está imortalmente vivo em Deus. ”

Que Deus abençoe você e seus entes queridos neste ano novo e sempre,
Irmão Chidananda

Mensagem de Natal do presidente Swami Chidananda

Queridos,

Um Natal abençoado para você! Oro para que a luz e a alegria de Deus fluam com abundância renovada em seu coração receptivo – e nos corações de toda a nossa família espiritual e amigos ao redor do mundo – durante esta época sagrada. Que as bênçãos especiais de Cristo e dos Mestres elevem cada um de nós à consciência mais elevada necessária para transformar os desafios que nossa família humana enfrenta em vitórias da verdade espiritual e dos valores divinos. A luz e a alegria que brilharam há milênios atrás com o nascimento do menino Jesus – e novamente nesta época sagrada do ano – é a luz do amor de Cristo, que tem o poder de mudar nossas vidas e curar o mundo. Essa luz, amor e bem-aventurança são a própria essência de nossas almas, feitas à imagem de Deus; e dá à luz uma esperança e segurança intuitiva inabalável se fizermos o esforço para conhecê-la.

Apesar da discórdia e das incertezas da vida neste reino de dualidade, sempre temos acesso ao encorajamento e apoio de nosso Pai Celestial e das almas unidas por Deus que Ele enviou para nos ajudar. Tal pessoa é o Senhor Jesus, cuja vida foi uma bela sinfonia das qualidades divinas pelas quais podemos nos elevar acima de todas as limitações das circunstâncias externas e da ignorância humana e viver na liberdade interior da consciência de Deus. Nosso guru, Paramahansa Yogananda, nos lembrou que a realização espiritual de Jesus não deve ser admirada como uma exceção, mas como um exemplo do que todos devemos realizar e alcançar. E o “espírito natalino” ou as vibrações celestes que irradiam na terra nesta época auspiciosa tornam mais fácil manifestar qualidades cristãs: expandir nosso cuidado para além do pequeno “eu”; para expressar compaixão, compreensão, perdão; ver e servir humildemente ao bem e a Deus em todos. Com cada pensamento aspiracional que traduzimos em ação nobre, nos aproximamos da consciência de Cristo na qual Jesus viveu.

Jesus tirou sua força, sabedoria e amor abrangente da profundidade de sua comunhão interior com o Pai Celestial; e por meio de meditação e oração fiéis, também podemos recorrer a essa Fonte para trazer à tona o que há de melhor em nós mesmos e, assim, ajudar a curar a divisão de nosso tempo. A paz começa com cada um de nós. Neste caminho, temos a bênção da ciência sagrada que nosso Guru trouxe ao Ocidente há 100 anos, a pedido de Jesus e Babaji, para nos ajudar a fazer essa conexão com Deus e o Cristo universal – e a maravilhosa tradição da qual ele começou tendo uma meditação especial sobre Cristo no Natal. Guruji disse: “A ideia de uma meditação de Natal durante todo o dia foi realmente dada a mim por Cristo, para que ele pudesse fazer algo por você.” Pense nisso e nas palavras de incentivo de Paramahansaji impressas acima, enquanto medita neste Natal. Ao abrir seu coração para os dons de Cristo do amor divino, paz e alegria, eles transbordarão de sua consciência em expansão como uma bênção compartilhada com a família, amigos, sua comunidade e o mundo.

Desejando a você e a seus entes queridos um feliz Natal cheio de Cristo,

Irmão Chidananda

Meditação – Panaceia Antiga para um Desafio Moderno – Parte 3 / 3

Bro. Achalananda

Entrevistador: Os ensinamentos da SRF sobre Raja Yoga estão em harmonia com os Yoga Sutras de Patanjali?

A: Sim. O Raja Yoga é exposto nos Yoga Sutras de Patanjali e, claro, as técnicas de meditação da SRF – das quais a mais elevada é a Kriya Yoga – são técnicas do Raja Yoga. Portanto, nossos ensinamentos incluem todas as etapas do Caminho Óctuplo do Yoga de Patanjali. Os primeiros dois passos neste caminho são yama-niyama: evitar ações erradas e realizar ações corretas.

E então você tem o terceiro passo, que é asana ou postura correta. Você tem que aprender a manter uma boa postura se quiser meditar. Yogananda ensinou que as pessoas em geral deveriam prestar mais atenção à sua postura. A maioria das pessoas hoje, quando se sentam, desabam; eles não se sentam eretos, o que não é uma boa postura.

Em seguida, além do asana, você tem técnicas de meditação pranayama. Pranayama significa controle da força vital do corpo. Além disso, você tem pratyahara, que significa atingir um estado em que a mente é interiorizada, desconectada das sensações do corpo. Nesse estado, ganhamos algum controle sobre a mente, para que possamos ir mais fundo em um estado de meditação.

E então vamos para os três estágios finais, que são dharana, dhyana e samadhi. Dharana significa concentração – focalizar a mente totalmente em um ponto ou objeto (especialmente, no contexto da meditação, em alguma manifestação de Deus ou da Verdade). Dhyana significa meditação verdadeira, que é o estado em que a consciência do meditador se expande em percepção do Divino – por exemplo, experimentando a vibração sagrada de Aum que permeia toda a criação. E, por último, samadhi, significando unidade real com o objeto de meditação – união entre a alma do meditador e o Espírito, que é nossa Fonte.

Esses são os passos básicos no Caminho Óctuplo de Patanjali. Afirma-los é uma coisa, mas vivê-los todos requer muita prática. Você apenas tem que seguir em frente. Quantas pessoas podem sentar e manter sua mente focada em uma coisa por um longo período de tempo? A mente divaga: essa é a primeira coisa que você percebe quando começa a meditar. Então, você tem que aprender a se concentrar. Você tem que aprender a meditar verdadeiramente.

É muito útil ter uma compreensão intelectual dos diferentes aspectos da Raja Yoga. Expor completamente a Yoga de Patanjali exigiria um livro muito grosso. Mas o mais importante é colocar as etapas em prática por meio de métodos como os ensinados nas Lições SRF. Quando você começa a praticar meditação e tem sua primeira experiência de interiorização mental, de repente você percebe: “Oh, isso faz me sentir melhor. Isso me deixa mais calmo. ” Você começa a perceber o que a prática da meditação faz por você.

Às vezes, as pessoas têm experiências espirituais quando começam a praticar meditação, ou mesmo se não estiverem praticando meditação, e isso é porque já meditaram antes em vidas anteriores.

Uma noite, quando eu tinha cerca de oito anos, estava na cama e comecei a adormecer quando vi um ponto brilhante de luz branca aqui no olho espiritual na testa. E fiquei completamente absorto em apenas olhar para ele. E enquanto eu olhava para ele, ele ficava cada vez maior e maior, e eu me sentia cada vez mais pesado e mais pesado. E então, finalmente, senti um estranho gosto metálico na boca e senti que estava prestes a cair na luz, quando de repente saí dela. Corri para o quarto dos meus pais, acordei minha mãe e tentei explicar a ela o que aconteceu comigo. Pobrezinha, ela não tinha ideia e apenas disse: “Oh, você está apenas tendo um pesadelo. Volte e durma. ” Então, como um bom menino, voltei e fui dormir. Na noite seguinte, aconteceu a mesma coisa, e novamente todas as noites depois disso por cerca de uma semana. Então parou, e na verdade me esqueci completamente até muitos anos depois, depois de ter trilhado o caminho da SRF, quando me lembrei e percebi que esta não foi a primeira vida em que tentei meditar.

Experiências como essa vêm até nós à medida que perseveramos na meditação ao longo dos anos e podem ajudar a nos encorajar. No entanto, mesmo que imediatamente não vejamos o olho espiritual ou tenhamos as outras experiências espirituais que Paramahansaji descreve nas Lições SRF, não devemos desanimar e pensar que não estamos fazendo nenhum progresso. Enquanto estivermos fazendo um esforço sincero todos os dias, não há dúvida de que estamos mudando para melhor, e isso é o mais importante.

I: O que você diria a alguém que está procurando um caminho e tentando decidir se os ensinamentos da SRF são para ele?

A: Bem, a melhor maneira que eu sugeriria é ler a Autobiografia de um Yogi ou outro livro de Yogananda. “Onde existe luz”, é um livro que fornece uma introdução geral maravilhosa aos tópicos e práticas que são cobertos nos ensinamentos SRF. E se você estiver interessado em ir mais longe, eu recomendo fortemente fazer as Lições da SRF. As Lições apresentam não apenas as técnicas de meditação de Yogananda (que, como eu disse antes, são técnicas de Raja Yoga), mas também suas exposições profundas sobre muitos, muitos aspectos da ioga.

E se você não estiver interessado, bem, sem problemas! Continue em sua busca por um caminho e, onde quer que você vá, você irá com nossas bênçãos. A SRF não afirma ser o único caminho de volta a Deus. Eu pessoalmente acho que é o melhor caminho de volta, mas não é o único caminho de volta. Mas se você tentar sinceramente, e abordá-lo com o coração e a mente receptivos, acho que descobrirá que experimentará pelo menos alguns benefícios – e poderá até descobrir, como eu, que eles transformam sua vida.

Yogananda disse uma vez: “Ninguém que vem a mim com a mente aberta e com aptidão espiritual irá embora sem alguma percepção de Deus.” Ele não desejava tornar seus seguidores pessoalmente leais a ele. Seu único desejo era despertar Deus no coração das pessoas, para ajudá-las a encontrar a felicidade duradoura. E é esse o propósito que ainda nos motiva na SRF hoje.

Carta de Ação de Graças 2020

Queridos,

Saudações calorosas no Dia de Ação de Graças dos ashrams de Paramahansa Yogananda!
Este ano o centenário de sua chegada à América para trazer a Kriya Yoga para ao Ocidente – temos uma causa especial de gratidão, pois nessa sagrada ciência da alma Deus nos deu os meios para recuperar a inabalável segurança e alegria de nosso ser íntimo. E em Paramahansa Yoganandaji, Deus nos deu um amigo divino e um guia para nos ajudar a alcançar esse objetivo.

Paramahansaji também era um amigo divino da América. É inspirador lembrar que a conferência de religiões que o trouxe aqui em 1920 comemorou a busca pela liberdade religiosa que os Peregrinos buscaram quando desembarcaram na América, 300 anos antes. Foram eles que celebraram com amizade o primeiro Dia de Ação de Graças – um costume profundamente espiritual que nosso Guru teve o prazer de descobrir e aderir a ele desde seus primeiros anos em Boston.

Hoje, quando esse sentimento de unidade nacional e espiritual é ameaçado pela divisão e pela desconfiança uns dos outros, tomemos tempo para reafirmar e agradecer por tudo de bom no coração da América. Seu verdadeiro caráter e ideais nobres e as liberdades prometidas por suas verdades fundamentais são fortes, profundamente enraizados e duradouros. Agora, mais do que nunca, decidamos fortalecer nossa contribuição pessoal à espiritualidade necessária para nos unirmos por trás desses valores e torná-los uma realidade para todos. “Minha missão na América”, disse Paramahansaji alguns anos após sua chegada aqui, “é aproximar seus povos multifários uns dos outros, uni-los por laços de verdade universal e a mais elevada disciplina espiritual, para que, materialmente mais fortes como ela é, a América pode servir também como o exemplo espiritual mais forte do mundo; e assim evitar as armadilhas nas quais outras nações poderosas da história caíram devido ao seu descuido e orgulho.”

Nosso Guru amava a América, e freqüentemente afirmava que sua grandeza estava inextricavelmente ligada à sua reverência a Deus e à Verdade – um alicerce espiritual que vai mais fundo do que as formas denominacionais de “religiosidade” sectária. Se ele estivesse falando publicamente hoje, certamente reiteraria, com amor e clareza, o que disse há muitos anos:

“Se todos neste mundo fossem espirituais, não pela religiosidade, mas pela expressão das qualidades da alma, o resultado seria uma harmonia perfeita. Amo a América e oro para que – junto com a Índia – ela seja um exemplo espiritual. Boa vontade para todos – esse tipo de patriotismo é o verdadeiro americanismo. Siga os princípios de Deus e de Cristo. Espiritualize a nação, e isso salvará muitos, muitos problemas para o seu país. E você dará o exemplo que muitas outras nações desejarão seguir. ”

De todos os ashrams de Paramahansa Yogananda, orações amorosas por cada um de vocês estão sendo derramadas neste feriado de Ação de Graças. Que o reconhecimento grato de Deus como o Doador Eterno de generosidade material e espiritual abra todos os corações em uma receptividade cada vez maior à Sua ajuda e bênçãos, para nós e para toda a família humana, agora e sempre.

Em gratidão pela amizade divina que compartilhamos,

Irmão Chidananda

Meditação – Panaceia Antiga para um Desafio Moderno – Parte 1 / 3

Uma entrevista com o irmão Achalananda

Alguns meses atrás, a equipe da SRF Blog entrevistou o irmão Achalananda, vice-presidente da Self-Realization Fellowship e monge dos ashrams de Paramahansa Yogananda por mais de 65 anos, no SRF Lake Shrine em Pacific Palisades, Califórnia. Os tópicos variaram desde a situação mundial até esforços espirituais individuais. Embora a entrevista tenha ocorrido pouco antes da pandemia COVID-19, as respostas do irmão Achalananda não são menos relevantes agora e esperamos que forneçam orientação e encorajamento para enfrentar os desafios globais atuais.

Entrevistador: Qual o maior problema que a humanidade enfrenta no mundo hoje?

Irmão Achalananda: O maior problema é que muitas pessoas se esqueceram de Deus. É bem simples. Eles se envolveram demais na criação, com todos os seus dispositivos tecnológicos e aparentes liberdades.

Estamos vivendo um momento muito difícil. Paramahansa Yogananda, na verdade, disse que a era em que vivemos é o período mais perigoso do ciclo de evolução planetária, desde a idade material baixa até a idade espiritual elevada. Isso ocorre porque estamos obtendo o poder de controlar a natureza e liberar suas grandes energias ocultas, mas não estamos progredindo espiritualmente o suficiente para usá-las adequadamente. Um exemplo disso foi nossa capacidade de criar a bomba atômica – aprendemos como aproveitar toda a energia que existe em apenas um átomo, e para que a usamos? Para explodir outras pessoas.

No entanto, também há um lado muito promissor na era em que vivemos, que é que a maior compreensão da energia que temos hoje tornou possível que a antiga ciência da Kriya Yoga fosse reintroduzida após ter sido perdida para a humanidade em geral por séculos durante a era material. Eu sempre disse que Kriya Yoga – que nos permite retirar a energia, e também a consciência, dos sentidos e direcioná-la para dentro – é uma poderosa “tecnologia” interna que podemos usar para acelerar nosso crescimento espiritual. O crescente interesse por ela hoje em todas as partes do mundo oferece grande esperança de que a raça humana aprenderá a equilibrar o uso da ciência e da tecnologia materiais com o desenvolvimento espiritual.

Existem basicamente duas coisas que todas as pessoas no mundo procuram: elas querem ser felizes e querem ser amadas.

E: Como ministro da SRF, você aconselhou, muitos buscadores espirituais ao longo de seis décadas. Com base nessa experiência, você acha que os desafios enfrentados pelos buscadores de hoje são marcadamente diferentes daqueles enfrentados pelos buscadores de, digamos, cinquenta anos atrás?

A:  Basicamente, os desafios são os mesmos – não acho que eles realmente mudem. Existem basicamente duas coisas que todas as pessoas no mundo procuram: elas querem ser felizes e querem ser amadas. É simples assim. Mas a maioria das pessoas não sabem o que fazer para obter felicidade e amor. É por isso que você vê tão pouca felicidade e amor no mundo hoje.

A meditação traz uma grande sensação de felicidade e alegria interior. Uma vez estava dando uma palestra em um pequeno grupo de meditação, e um dos devotos da SRF, era da Alemanha e trouxe dois amigos que também eram da Alemanha. Ele havia explicado a eles que eu era um monge e me contou mais tarde que, no caminho para casa, eles lhe disseram: “Você tem certeza de que aquele cara é um monge? Ele parecia muito feliz pra ser um monge! ” Eles tinham o conceito de que, se você tivesse que renunciar a todos esses prazeres externos da vida, não seria feliz. Mas eles não perceberam que renunciar não significa abrir mão de todos os prazeres da vida; e, segundo, se você está meditando e obtendo resultados da meditação – sentindo aquele grande amor ou bem-aventurança de Deus, ou mesmo apenas um pouco de paz às vezes – isso é muito encorajador e uma fonte de felicidade.

Mas alguns acham que entrar em um mosteiro implica uma vida sombria. Até mesmo Yogananda, quando ele entrou pela primeira vez no ashram de seu guru quando jovem, estava tão sério e tão decidido que Sri Yukteswarji disse a ele um dia bastante incisivamente: “O que é isso? Você está participando de uma cerimônia fúnebre? Você não sabe que encontrar Deus é o funeral de todas as tristezas? Então por que tão calado? Não leve esta vida muito a sério. ” A meditação ajuda a fazer isso – a ser intensamente focado, mas não tão preso ao drama externo. Então é muito mais fácil dar amor aos outros.

E: A SRF promove a meditação como a forma mais importante e eficaz de fazer progresso espiritual. Qual seria a sua resposta a alguém que pergunta: “Por que meditar?”

A: Eu diria que eles deveriam meditar porque pode ajudá-los a alcançar algo em suas vidas que eles não estão conseguindo sem a meditação: uma maior sensação de paz, mais compreensão de si mesmos e também das outras pessoas, e mais compreensão de como a criação funciona e qual é o propósito da vida. Se não tivermos esse entendimento, geralmente cometemos muitos erros graves.

Qual é o propósito da vida? O propósito da vida é conhecer a Deus. Agora, quantas pessoas entendem isso? Muito poucos, provavelmente. E ainda, Yogananda diz, esse é o verdadeiro propósito da vida, porque eventualmente, como almas, temos que voltar ao Espírito, do qual nos originamos. Podemos ir rápido ou devagar – isso depende de nós. Paramahansaji enfatiza que a meditação é a maneira mais rápida de conhecer a Deus.

Outra razão muito prática para meditar: qualquer que seja o trabalho que você tenha de fazer, ele o ajudará a fazê-lo melhor. Se você estiver calmo, se não deixar suas emoções fugirem de você, você pode fazer seu trabalho melhor. As coisas boas que vêm da meditação e da tentativa de avançar espiritualmente também o tornam mais eficaz no plano da atividade material.

(Esta é a primeira parte de uma série de três partes.)

Janmashtami 2020

Meus queridos,

Saudações amorosas a todos vocês neste momento alegre de Janmashtami, enquanto nos juntamos a muitos devotos em todo o mundo celebrando o nascimento de Bhagavan Sri Krishna. Como restaurador da justiça divina e mensageiro do amor e da graça de Deus, o Senhor Krishna encarnou para liderar almas na batalha contra a escuridão de maya. No nosso tempo, também, o mundo precisa do toque curador do Divino; e rezo para que, meditando profundamente a pureza e o esplendor da vida de Krishna, você possa sentir sua presença eterna, trazendo o bálsamo da esperança e a certeza de que o amor de Deus sempre o rodeia.

Sri Krishna exemplifica tão lindamente esse amor divino fascinante e irresistível com o qual Deus nos atrai para si mesmo. Mas a atração externa do mundo e dos hábitos materiais é forte, e é preciso força e determinação para se libertar dos grilhões da ilusão. Embora Arjuna tenha hesitado no campo de batalha de Kurukshetra, Krishna despertou nele sua verdadeira natureza heroica, e ele fará o mesmo por nós, se quisermos. Tempos desafiadores, interna ou externamente, não vêm para nos desencorajar, mas para trazer à tona o nobre e corajoso conquistador espiritual dentro de nós. Se usarmos bem essas oportunidades, elas podem ser um novo começo em nossas próprias vidas e uma contribuição para elevar a consciência de nossa família humana. Cada um de nós tem a responsabilidade e o privilégio de participar dessa transformação.

Como o Senhor Krishna ajudou Arjuna, ele também pode ajudar cada um de nós em nossa guerra interior Kurukshetra entre alma e ego. Sua sabedoria atemporal, transmitida no Bhagavad Gita, é que não há melhor maneira de obter a liberdade da alma do que entrar em contato com Deus através de meditação profunda e cumprir nossos deveres como oferendas a Deus. Quão abençoados somos por termos recebido de nosso próprio gurudeva, Paramahansa Yogananda, a mesma ciência libertadora da Kriya Yoga que foi ensinada por Sri Krishna milhares de anos atrás. Mahavatar Babaji, que é um com Krishna em espírito, escolheu Paramahansaji para levar essa ciência sagrada para o Ocidente e divulgá-la em todo o mundo como uma dispensação especial para a era moderna. Este ano estamos comemorando com profunda gratidão o centenário da chegada de nosso Guru ao Ocidente e a entrega desse presente inestimável. Como devoto desse caminho, o caminho para o Objetivo Divino está diante de você; e seguindo os ensinamentos e técnicas abençoadas por esses Grandes, sua vitória é garantida.

Jai Sri Krishna! Jai Guru!
Brother Chidananda

A importância da simplicidade

Uma vida mais simples é uma vida mais feliz

A felicidade não depende de circunstâncias externas; na verdade, podemos encontrar felicidade nos prazeres mais simples da vida e acima de tudo, na alegria sempre nova da meditação profunda. (…)

Seja feliz com as alegrias simples, genuínas e imortais da alma, que nascem da reflexão profunda, da introspecção, da inspiração espiritual e da meditação.

A vida moderna está ficando muito insatisfatória; não apresenta felicidade. Há excesso de coisas, de desejos. Mais carros, mais vestidos, mais diversão… e mais preocupações! Livre-se das supostas “necessidades” e dedique mais tempo a Deus. Simplifique sua vida. Seja feliz na solidão do verdadeiro Eu.

O homem moderno baseia seu prazer em ter cada vez mais coisas e não se interessa pelo que os outros possam estar passando. Mas não seria melhor viver com simplicidade, isto é, sem muito luxo e com menos preocupações? Não há prazer em trabalhar demais, a ponto de você não desfrutar o que tem. (…) Dia virá em que a humanidade começará a sair da consciência de que tantas coisas materiais sejam necessárias. Terão mais segurança e paz num modo simples de vida.

Simplifique a vida para reduzir o estresse e as preocupações financeiras

Uma vida material complexa só agrada aos olhos e à obsessão do ego por ostentar status social, mas poucos entendem o alto preço pago pelas comodidades materiais. A escravidão econômica, o nervosismo, as preocupações empresariais, a concorrência desleal, a discórdia, a falta de liberdade, a doença, o sofrimento, a velhice e a morte são o resultado de uma existência centrada só no âmbito material. Muito se perde quando não dispomos de tempo para apreciar a beleza, a natureza e as inúmeras expressões de Deus na vida.

Escolha uma moradia adequada, mas não maior do que você realmente precisa, e se possível, que esteja situada numa localidade onde os impostos e o custo de vida sejam razoáveis. (…) Viva de modo simples; desfrute do que Deus lhe deu e não procure prazeres vazios ou caros. Na natureza oculta de Deus há várias coisas que podem fascinar a mente do ser humano. Use o tempo livre para ler livros que valham a pena, para meditar e para usufruir de uma vida sem complicações. Não é preferível viver com simplicidade, ter menos preocupações e ter tempo para buscar Deus em vez de possuir uma casa enorme, dois carros, dívidas parceladas e uma hipoteca que você não consegue pagar?

Em sua infinita misericórdia, Deus nos concede – através das diversas experiências que temos na vida – Sua alegria e inspiração, vida e sabedoria reais, felicidade autêntica e entendimento genuíno. Mas a glória de Deus se revela unicamente na quietude da alma, na intensidade do esforço interior que a mente faz para comungar com Ele. É aí que encontramos a verdade. No exterior, a ilusão é muito forte; pouquíssimas pessoas conseguem permanecer indiferentes às influências do ambiente externo. O mundo segue adiante com suas infinitas complexidades e variadas experiências. Cada vida é diferente das demais e deve ser vivida de modo diferente. Apesar disso, em todas as experiências da vida está a voz silenciosa de Deus, que nos chama incessantemente nas flores, nas escrituras sagradas e em nossa consciência, isto é, em todas as coisas bonitas que fazem a vida valer a pena.

Dedique tempo ao que é importante

Não desperdice oportunidades espirituais de ouro buscando o ouro dos tolos que resplandece apenas materialmente. Onde você encontrará tempo para Deus, se O desbanca com suas preocupações constantes em satisfazer as necessidades do corpo, que eu chamo de “necessidades desnecessárias”? Simplifique a vida, e o tempo que economizar poderá ser usado para comungar com Deus; assim você realizará um verdadeiro progresso na aquisição das “necessidades necessárias” de paz e felicidade.

Deus é simples. Tudo o mais é complexo

Apegue-se ao Espírito Divino, percebendo o Ser Infinito que flui como um oceano por toda a criação. No breve lapso da vida, vale a pena fazer o esforço para obter a percepção divina. A alegria fluirá sem parar.

Saúde e cura

O que é a doença?

Há três tipos de doença: física, mental e espiritual.

A doença física se deve a diferentes formas de condições tóxicas, processos infecciosos e acidentes.

A doença mental é causada por medo, preocupação, raiva e outros distúrbios emocionais.

A doença espiritual se deve à ignorância do homem sobre sua verdadeira relação com Deus.

A ignorância é o mal supremo. Quando a eliminamos, também eliminamos as causas de todos os distúrbios físicos, mentais e espirituais. Meu guru Sri Yukteswarji costumava dizer: “A sabedoria é o maior depurativo”.

Tentar vencer os vários tipos de sofrimento com o poder limitado dos métodos materiais de cura muitas vezes acaba em frustração. Somente no poder ilimitado dos métodos espirituais o homem encontra cura permanente para as “des-ordens” do corpo, da mente e da alma. Devemos procurar em Deus esse poder infinito de cura. Se você tem sofrido mentalmente com a perda de entes queridos, poderá reencontrá-los em Deus. Tudo é possível com o Seu auxílio. Se não conhecemos realmente a Deus, nada justifica afirmar que só a mente existe e que não é preciso observar regras de saúde nem recorrer a meios físicos de cura. Enquanto não atingimos a verdadeira realização, temos de usar o bom senso em tudo o que fazemos. Ao mesmo tempo, jamais devemos duvidar de Deus – devemos reafirmar constantemente a fé em Seu divino poder onipresente.

Os médicos procuram conhecer as causas das doenças e eliminá-las, para que as enfermidades não retornem. Geralmente eles são muito hábeis no emprego de determinados métodos materiais de cura. Entretanto, nem todas as doenças reagem a remédios e cirurgias, e nisso reside a principal limitação desses métodos.

Substâncias químicas e remédios afetam apenas a composição física externa das células do corpo, mas não alteram sua estrutura atômica interna ou princípio vital. Em muitos casos, nenhuma cura é possível enquanto o poder curativo de Deus não tiver corrigido  internamente o desequilíbrio dos “vitátrons” ou energia vital inteligente do corpo.

Aumente sua resistência natural às doenças

O jejum é um método natural de cura. Quando adoecem, os animais e os selvagens jejuam. A máquina do corpo tem assim uma oportunidade de se purificar e conseguir o necessário repouso. A maioria das doenças pode ser curada com um jejum criterioso. Exceto no caso de insuficiência cardíaca, períodos regulares de jejuns curtos têm sido recomendados pelos iogues como excelente regra de saúde. Outro método eficiente de cura do corpo físico é o uso adequado de ervas apropriadas ou seus extratos.

Ao usar remédios, muitas vezes descobrimos que não são bastante eficazes para promover a cura ou que são tão fortes que irritam os tecidos orgânicos em vez de curá-los. Analogamente, a exposição a certos tipos de “raios terapêuticos” queima os tecidos. São tantas as limitações dos métodos físicos de cura!

Melhores que remédios são os raios do sol. Possuem um maravilhoso poder de cura. Deve-se tomar um banho de sol de 10 minutos todos os dias. Dez minutos diários têm melhor feito do que exposições ocasionais por períodos mais prolongados. Um curto banho de sol todos os dias, reforçado por bons hábitos de saúde, manterá o corpo abastecido com energia vital suficiente para destruir todos os micróbios nocivos.*

As pessoas saudáveis têm resistência natural às doenças, especialmente às infecções. A doença se instala quando o poder de resistência do sangue diminui em razão de hábitos alimentares inadequados e da ingestão excessiva de comida ou quando a atividade sexual exagerada leva ao esgotamento da energia vital. Conservar a energia física criadora significa prover todas as células com vibrante energia vital; o corpo então adquire uma enorme resistência às doenças. O excesso sexual debilita o corpo, tornando-o vulnerável às moléstias.

[*NOTA: É prudente restringir os banhos de sol às primeiras e últimas horas do dia. Sempre devemos tomar precauções para proteger a pele sensível da exposição excessiva aos raios solares. Se uma pessoa tem dúvidas sobre o tempo de exposição solar, deve consultar seu médico ou um dermatologista e seguir as indicações dadas.]

O poder de um sorriso

Conserve a energia vital, siga uma dieta equilibrada, sorria sempre e seja feliz. Quem encontra alegria dentro de si mesmo descobre que seu corpo está carregado de corrente elétrica, de energia vital não do alimento, mas de Deus. Se acha que não consegue sorrir, fique diante do espelho e puxe os lábios com os dedos para armar um sorriso. Isso é muito importante!

Os métodos curativos que mencionei brevemente sobre os alimentos e a depuração do corpo com jejum e ervas são de eficácia limitada; mas quando uma pessoa é interiormente alegre, ela atrai o auxílio do inexaurível poder de Deus. Falo da alegria sincera, não da que você finge por fora sem sentir por dentro. Se a alegria for sincera, você será um milionário de sorrisos. Um sorriso verdadeiro distribui a corrente cósmica, o prana, a todas as células do corpo. O homem feliz é menos sujeito a doenças, pois a felicidade realmente atrai para o corpo um maior suprimento da energia vital universal.

Há muito o que falar sobre o tema da cura. A ideia principal é que devemos depender mais do poder mental, que é ilimitado. As regras de prevenção contra a doença devem ser: autocontrole, exercícios, dieta apropriada, abundância de sucos de frutas, jejum ocasional e sorrisos o tempo todo – de dentro para fora. Esses sorrisos nascem da meditação. Você encontrará então o poder eterno de Deus. Em êxtase com Ele, você trará conscientemente para o seu corpo a divina presença curativa.

O poder da mente traz consigo a infalível energia de Deus e esse é o poder que você deseja ter no corpo. Existe um modo de atrair esse poder: a comunhão com Deus pela meditação. Quando sua comunhão com Deus for perfeita, a cura será permanente.

A cura divina

O Poder Supremo pode ser invocado por meio da fé contínua e da prece incessante. Você deve se alimentar corretamente e fazer o que for necessário por seu corpo, mas reze ininterruptamente a Ele: “Senhor, Tu podes me curar, pois controlas os átomos vitais e as condições sutis do corpo que os médicos não conseguem alcançar com remédios”. Fatores externos como remédios e jejum têm certo efeito benéfico sobre o corpo físico, mas não afetam a força interna que sustenta as células. Somente quando recorremos a Deus e recebemos Seu poder curativo é que a energia vital se dirige aos átomos das células do corpo, produzindo cura instantânea. Não seria melhor então depender mais de Deus?

Mas a tentativa de mudar a dependência dos métodos físicos para os métodos espirituais deve ser gradual. Se uma pessoa acostumada a comer demais adoece e com a intenção de obter uma cura mental começa repentinamente a jejuar, poderá desanimar caso não tenha êxito logo. Leva tempo para mudar a maneira de pensar e passar da dependência da comida à dependência da mente. Para ser receptiva ao poder curativo de Deus, a mente deve ser treinada a acreditar no auxílio divino.

Do Poder Infinito vibra toda a energia atômica, manifestando-se e sustentando cada célula do universo físico. Assim como as imagens de um filme são mantidas por um facho de luz proveniente da cabine de projeção do cinema, também todos nós somos sustentados pelo Raio Cósmico, a Luz Divina que emana da cabine de projeção da Eternidade. Quando procurar e encontrar o Raio de Luz, você verá Seu poder ilimitado reconstruindo os átomos, elétrons e vitátrons em todas as células do corpo que possam estar “defeituosas”. Comungue com o Grande Terapeuta!

Afirmações de cura

A perfeita saúde de Deus permeia os sombrios recantos da minha doença física. Em todas as minhas células brilha Sua luz curativa. Elas estão perfeitamente bem, pois Sua perfeição está nelas.

O poder curativo do Espírito está fluindo através de todas as células de meu corpo. Sou feito da única substância universal: a substância de Deus.

Tua luz perfeita é onipresente em todas as partes de meu corpo. Onde quer que essa luz curativa se manifeste, existe perfeição. Estou bem, pois a perfeição está em mim.

Sou o Imutável. Sou o Infinito. Não sou um pequeno ser mortal com ossos que quebram, corpo que perece. Eu sou o imortal, imutável Infinito.